Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um dia...

por Okay ;), em 16.03.14

Porquê? Será? E se?

 

Nestes últimos meses estas foram as perguntas mais frequentes na minha vida.

Porque é que acabou? Porque é que acabou desta forma? Porque é que me fizeste isto? Será que ainda pensas em mim? Será que pensas em nós e em tudo o que vivemos? Será que sentes a minha falta? Será que se eu te enviasse uma mensagem iria mudar alguma coisa? Será que fui eu que fiz alguma coisa de errado? Será que algum dia irei encontar outra pessoa de quem eu goste tanto como gosto de ti? Será que algum dia gostaste de verdade de mim ou não passei de um passatempo para ti?  E se eu tivesse feito mais? E se…

A dúvida corrói-nos! Adormece e acorda connosco. Está connosco em todas as refeições que não conseguimos terminar. Está presente em todos os momentos que falam para nós e os nossos pensamentos estão longe. Não vai embora nem mesmo quando estamos ocupados.

Eu não tive resposta a qualquer uma dessas perguntas, não da tua parte. Tive que percorrer um longo caminho e que, ainda hoje o percorro, para responder a algumas dessas questões. Para encontrar alguma paz interior.  Para sarar algumas das feridas que provocaste e que deixaram cicatrizes. Cicatrizes bem presentes, visíveis aos olhares alheios dos mais observadores.

Não sou mais a pessoa que era há alguns meses atrás. Há coisas na nossa vida que nos marcam para sempre. E tu foste uma delas. Pelos melhores e pelos piores motivos.

Um dia serei capaz de voltar a pronunciar o teu nome. Um dia, ouvir o teu nome, irá soar igual a tantos outros. Um dia irei ser capaz de perguntar por ti. Um dia irei deixar de mudar o meu percurso só para não te encontrar. Um dia irei deixar de ter medo de te encontar. Um dia irei ser capaz de te encontrar e cumprimentar-te cordialmente. Um dia irei conseguir recordar apenas os bons momentos sem pensar no que poderíamos estar a fazer se estívessemos juntos. Um dia irei acordar e não serás o meu primeiro pensamento. Um dia irei entrar em todos os locais em que estivemos sem me lembrar de ti.  Um dia, não muito distante, irei finalmente esquecer-te e não passarás de uma recordação!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23


That's me ;)

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D