Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Porque me apetece #5

por Okay ;), em 11.09.14

Já tenho este texto em minha posse há demasiado tempo para não o partilhar com vocês.

Leiam e releiam.

O amor de uma mãe por uma filha é incondicional.

Mas o amor de uma filha por uma mãe supera muitas barreiras.

Desfrutem.

 

"Admiração. É este o sentimento (para além de outros) que tenho vindo a nutrir por ti. Enfrentas os obstáculos da vida com coragem apesar dos receios e medos. Não te negas a ajudar o próximo. Queres sempre o melhor para aqueles que gostas e nunca dás menos do que aquilo que querias se fosse para ti. Tiveste uma vida de altos e baixos, como todas as pessoas, mas não te dás por derrotada e lutas todos os dias pela tua vida. Bravura também pode ser outra palavra para te descrever. Uma expressão à portuguesa: agarras o touro pelos cornos. É isso mesmo! Não desistes até conseguires o que queres. Fazes tudo por mim desde sempre e nunca pedes nada em troca. És uma confidente para mim. Apoias-me em todas as etapas da minha vida e eu, do meu jeito mais directo e por vezes desajeitado, tento fazer o mesmo. Estou aqui para tudo. Para o que vier de bom: iremos agradecer e para o que vier de mau: iremos lutar até sairmos vitoriosas. Tudo o que tenho para te dizer já foi dito. Até porque não há palavras para escrever tudo aquilo que te sinto. Aprende de uma vez por todas que tu nasceste com tudo aquilo que precisas. Por isso aproveita, em pleno o que tens. Claro que podes, e deves, querer mais. Deves querer mais, todos os dias. Seja o que for. Quer mais. Mas nunca te deixes ser menos só porque queres mais. Não te contentes com o que tens. Mas mais importante ainda, nunca fiques descontente com aquilo que não tens. O que tens nao te deve deixar contentada, mas ainda assim deve deixar-te contente. Tu sabes que tentar é a véspera de conseguir por isso é que não deves desistir até conseguires o que queres. Não há nada que supere o amor entre uma mãe e filha. Não há nada que possa quebrar isso. És uma mulher maravilhosa. Bonita. Simpática. Amiga. Destemida. És a melhor mãe do mundo e por isso eu amo-te incondicionalmente.

Com amor,
Da tua filha."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:09

Porque me apetece #5

por Okay ;), em 02.04.14

Eu e a minha querida amiga D conversamos e acordamos que a rubrica "Porque me apetece" passaria a ser mensal, pelo que inicio o mês com um texto dela. Lindo. Que me deixou de lágrimas nos olhos, que me deixou o coração apertado, que me obrigou a secar as lágrimas depois de caírem pelo meu rosto, que me fez suspirar e respirar fundo.

 

 

Choro. Nem sei bem porque choro. Será tristeza? Saudade? Alegria? Talvez tudo um pouco. É o medo de te perder que me faz chorar. É a alegria de te ter que me faz chorar. Mas se te tenho e não te perdi porque choro? Porque na verdade te tenho, mas nunca vou poder mostrar ao mundo como realmente és meu. A posse pode ser uma coisa estranha. Mas sabes bem que serei sempre tua independentemente do que a vida nos reserve. Aos olhos dos outros seremos sempre conhecidos, para nós seremos sempre apaixonados. Loucamente apaixonados. Talvez este seja um amor estranho e impossível. É por saber que pode acabar num ápice e na impossibilidade deste amor que aproveito cada momento para te amar. Não é correcto, não é o melhor para nós, mas aconteceu e é verdadeiro. Sinto que és parte de mim. Fazes-me feliz a cada momento. Seja com o teu sorriso cheio de promessas, o teu olhar quente e profundo que me aquece a alma, o teu cheiro inconfundível, a tua voz cheia de carinho ou o teu corpo que me leva à loucura sempre que me toca. És tu, todo tu que me deixa assim. Pedi que me dissesses o que sentes por mim e tu respondeste: eu amo-te. Mais uma vez choro e pergunto: porque choro? Só que desta vez sei responder a isto: porque também te amo. Como é que entraste na minha vida e te apoderaste assim do meu coração? Talvez a culpa seja minha porque deixei a porta aberta para que entrasses. Antes de querer ser feliz, quis (e quero) fazer-te feliz. Por isso digo: faz-me feliz enquanto puderes que eu farei o mesmo.

 

Por,

D

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:33

Porque me apetece #4

por Okay ;), em 02.03.14

Meus caros, mais uma rubrica :)

HAVE FUN!

 

Faz o que quiseres da tua vida. Define o teu caminho, escolhe as tuas acções, traça os teus objectivos. Diz os palavrões todos que te apetece. Vai ao contrário só porque te apetece. Diz o que não se pode dizer. Faz o que te der na real gana. Come que como um burro e depois deita-te no sofá todo torto porque não te consegues mexer. Faz perguntas. Revolta-te. Não pares. Vicia-te em adrenalina. Faz algo que te assuste. Não escolhas o fácil só porque te parece fácil. Não faças o difícil só porque te parece difícil ou porque queres mostrar aos outros que consegues. Fá-lo por ti. Faz o teu pai feliz. Faz a tua mãe feliz. Faz quem tu puderes feliz. Dispensa quem te chateia. Desiste do que não te serve. Sonha com algo impossível. Sonha com algo possível. Sonha com o que não pode acontecer. Não tenhas medo de desistir. Tem segredos inconfessáveis. Guarda segredos inconfessáveis. Conta segredos inconfessáveis. Não te importes com o que és, mas sim com aquilo que podes ser. Não penses no que tens, vai à tua vida e sente. Ama o sol, a chuva, o vento. Diz piadas. Ri-te de ti. Ri-te dos outros. Ri por tudo e por nada. Nunca penses que brincas demais. Chora porque também é um direito. Apaixona-te. Aprecia as pequenas coisas. Sê preguiçoso. Sê activo. Ajuda os outros. Respeita o próximo. Prossegue, avança e arrisca com a tua vida. Aprende e ensina. Lê um livro. Não esperes. Faz acontecer. Sê único. Sê feliz. Insiste em viver.

 

Por,

D

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:40

Porque me apetece #2

por Okay ;), em 16.02.14

Mais uma rubrica, mais um texto :) sobre um assunto bem recente, bem presente :)

 

 

A propósito do dia de São Valentim, vou falar sobre amor. Mas o que é isso, amor? Quando estamos apaixonados prometemos tudo porque estamos alegres. Mas a única promessa que devemos fazer é a de que vamos falhar. Porque não somos perfeitos e porque faz parte do ser humano errar. Errar porque não estamos presentes quando a pessoa mais precisa de nós, errar porque dissemos uma palavra indevida na hora errada, ou porque não retribuímos um SMS. Faz parte de todos errar e é essa a única promessa que devemos declarar. O Homem procura a perfeição. Aquilo que na verdade não existe. Ninguém pode definir o que é perfeito. Se para uns o amor é ser romântico com o parceiro, partilhar datas e bons momentos, trocar carinhos e estarem juntos sempre que lhes é possível. Para outros, o amor não implica datas e ser-se romântico, não importam as palavras depois de uma experiencia através do corpo ou sentir-se através do outro, porque só a pele sabe falar o amor. A verdade é que se sabe que é amor quando não amamos pelos números, pela idade ou pelos dias. É quando uma frase acaba com um “amo-te” em vez de um ponto final. Só se ama o amor. O amor resiste/existe de maneiras diferentes de casal para casal. Há quem não precise dizer nada para amar e se sentir amado. E depois há aqueles que inventam palavras como “amotecomócaralho” e é tão ou mais aceite como um simples amo-te. É o transporte de um sentimento para palavras. Mas quem nos diz a nós que o amor pode ser falado ao invés de ser apenas sentido? O amor é o desequilíbrio e a loucura. É um monólogo partilhado, uma conversa de dois corpos.

 

Por,

D

 

Obrigada por mais um belíssimo texto :)

 

HAVE FUN! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01


That's me ;)

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D