Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Porque me apetece #2

por Okay ;), em 16.02.14

Mais uma rubrica, mais um texto :) sobre um assunto bem recente, bem presente :)

 

 

A propósito do dia de São Valentim, vou falar sobre amor. Mas o que é isso, amor? Quando estamos apaixonados prometemos tudo porque estamos alegres. Mas a única promessa que devemos fazer é a de que vamos falhar. Porque não somos perfeitos e porque faz parte do ser humano errar. Errar porque não estamos presentes quando a pessoa mais precisa de nós, errar porque dissemos uma palavra indevida na hora errada, ou porque não retribuímos um SMS. Faz parte de todos errar e é essa a única promessa que devemos declarar. O Homem procura a perfeição. Aquilo que na verdade não existe. Ninguém pode definir o que é perfeito. Se para uns o amor é ser romântico com o parceiro, partilhar datas e bons momentos, trocar carinhos e estarem juntos sempre que lhes é possível. Para outros, o amor não implica datas e ser-se romântico, não importam as palavras depois de uma experiencia através do corpo ou sentir-se através do outro, porque só a pele sabe falar o amor. A verdade é que se sabe que é amor quando não amamos pelos números, pela idade ou pelos dias. É quando uma frase acaba com um “amo-te” em vez de um ponto final. Só se ama o amor. O amor resiste/existe de maneiras diferentes de casal para casal. Há quem não precise dizer nada para amar e se sentir amado. E depois há aqueles que inventam palavras como “amotecomócaralho” e é tão ou mais aceite como um simples amo-te. É o transporte de um sentimento para palavras. Mas quem nos diz a nós que o amor pode ser falado ao invés de ser apenas sentido? O amor é o desequilíbrio e a loucura. É um monólogo partilhado, uma conversa de dois corpos.

 

Por,

D

 

Obrigada por mais um belíssimo texto :)

 

HAVE FUN! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01

Movienight #3

por Okay ;), em 16.02.14

Mais uma ida ao cinema :) e a escolha de hoje foi "O Lobo de Wall Street" ;)

 

(imagem retirada da internet)

 

Um filme de Martin Scorsese baseado na história de Jordan Belfort, um corretor da bolsa. Jordan (Leonardo DiCaprio) procura em Nova Iorque a concretização do seu sonho. Incialmente consegue um trabalho numa empresa cotada em bolsa, mas o "crash" da "segunda-feira negra" fá-lo perder o emprego. Para dar a volta àquela situação, juntamente com um amigo, decide abrir a sua própria firma, a Stratton Oakmont, cujo objetivo é vender ações de baixo preço aos investidores de Wall Street. O corretor da bolsa envereda por todo o tipo de esquemas que englobam poder, dinheiro, droga, ganância, sexo, corrupção e excessos. Por mais milhões que acumule, Belfort quer sempre mais. É por isso que é conhecido como "o lobo". 

 

HAVE FUN! :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:13

Be free, live free!

por Okay ;), em 15.02.14

(imagem retirada da internet)

 

 

"Viva hoje!
Arrisque hoje!
Faça hoje!"

- Martha Medeiros

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:31

S-Á-B-A-D-O !!!!!

por Okay ;), em 15.02.14

Sabem que dia é hoje? Sábado! À partida não teria nada de extraordinário, mas sabem que horas são? 7:30!!! E porque é que eu estou acordada a esta hora? Porque aos sábados tenho uma aula, na faculdade, das 9h às 13h! É que ninguém merece! "Ah e tal, é de manhã que se começa o dia". Sim, pois claro!

(imagem retirada da internet)

 

Ainda assim... HAVE FUN!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:30

Problemas? Vamos às soluções!

por Okay ;), em 14.02.14

Para grandes problemas, grandes soluções :P 

 

 

HAVE FUN! ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02

Às vezes é preciso...

por Okay ;), em 14.02.14
 
(imagem retirada da internet)

 

"(...) Às vezes é preciso mudar o que parece não ter solução, deitar tudo abaixo para voltar a construir do zero, bater com a porta e apanhar o último comboio no derradeiro momento e sem olhar para trás, abrir a janela e jogar tudo borda fora, queimar cartas e fotografias, esquecer a voz e o cheiro, as mãos e a cor da pele, apagar a memória sem medo de a perder para sempre, esquecer tudo, cada momento, cada minuto, cada passo e cada palavra, cada promessa e cada desilusão, atirar com tudo para dentro de uma gaveta e deitar a chave fora, ou então pedir a alguém que guarde tudo num cofre e que a seguir esqueça o segredo. Às vezes é preciso (...) partir para outro mundo, para outro lugar, mesmo quando o que mais queremos é ficar (...) Até se conformar e um dia então esquecer (...)" - Margarida Rebelo Pinto

 

Don't lose your smile! HAVE FUN!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:09

Metro, comboio ou autocarro .

por Okay ;), em 12.02.14

De certeza que todos já nos aborrecemos quando andamos de metro, comboio ou autocarro, seja porque estamos com pressa ou porque a viagem é demorada. Eu normalmente vou a ler um livro ou a ouvir música, mas deixo-vos aqui a ideia que o desenhista October Jones utilizou para passar o tempo :)

 

 

(imagens retiradas da internet)
Eu achei muito original e de certeza que a viagem foi muito mais divertida :) O que acharam?
HAVE FUN!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:22

Movienight #2

por Okay ;), em 12.02.14

Hoje foi dia de cineminha :) decidi criar uma rubrica sobre os filmes que vejo no cinema e acreditem que por mim passava lá a vida ;) A minha irmã, que participa muito naqueles passatempos para ganhar convites para as antestreias, ganhou dois para o filme "Winter's Tale - Uma História de Amor". Como ela ganhou dois convites e pudíamos levar mais duas pessoas convidamos duas amigas, foi uma autêntica "ladies night" com muitas histórias e risos à mistura ;)

 

(imagem retirada da internet)

 

"Quando o verdadeiro amor é descoberto, essa viagem pode vencer o próprio tempo..."
A história passa-se na cidade de Nova Iorque, trata-se de uma história de amor, fé, milagres e destinos que se cruzam. Peter Lake (Colin Farrell) decide roubar uma mansão sobre a qual ele tem a certeza que está vazia, mas acaba por encontrar Beverly (Jessica Brown Findlay), filha dos donos da casa, no interior. Quando ele descobre que ela está prestes a morrer, nasce uma história de amor entre os dois.
Peter vai conhecer o que é o amor de verdade e, em oposição, saber o que é perder um grande amor. No entanto, vai aprender que as pessoas não passam na nossa vida por acaso e que milagres existem.

 

 

Existem momentos, pessoas, ações e reações que condicionam e influenciam a nossa vida e, em algum desses momentos há algo que faz o destino colocar determinadas pessoas no nosso caminho. Este filme ensina-nos que todas as pessoas passam na nossa vida por algum motivo, umas ficam e outras vão embora, umas deixam um pouco de si e outras levam um pouco de nós. Mas todas nos marcam de alguma forma, seja pela positiva ou pela negativa. Com uns ganhamos e com outros aprendemos! 
HAVE FUN! =)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:16

Tivesse eu ficado na cama .

por Okay ;), em 10.02.14

Conhecem aquela expressão "Hoje nem devia ter saído da cama" (pode variar, cada um diz como quer, mas o efeito é mais ou menos o mesmo) ? Pois bem, hoje foi um desses dias... Tinha combinado com uma amiga irmos para a biblioteca da faculdade (só por isto já é animador!), como de tarde tinhamos uma reunião com uma professora para falar dos trabalhos assim ficavamos lá a estudar. A hora combinada era às 9:30, o despertador toca e eu tinha quase a certeza absoluta que só o tinha adiado e não que o tinha desligado de vez, mas o que é certo é que acordei às 9h e lá saltei da cama o mais depressa possível, mandei msg à E que me disse para estar descansada que só chegava às 10h. Até aqui tudo controlado, tinha tempo suficiente para me arranjar e apanhar um autocarro a chegar lá às 10:10. Estaria tudo bem se o autocarro não tivesse passado mais cedo e eu não tivesse que estar 30 minutos à espera do seguinte. Para ajudar à festa estava um vento gelado que me fazia ter dores no corpo todo. Chego à faculdade, ainda estudo um pouco, mas já estava na hora de irmos almoçar, visto que tinhamos a reunião às 13:30. Ainda estivemos à espera que a professora falasse com uns colegas e depois chegou a nossa vez. Conclusão, a mulher quer que toda a gente refaça o trabalho. Okay, sei que é uma oportunidade para tirarmos melhor nota, mas seria bom que tivessemos mais do que duas semanas para fazer as alterações e que nessas duas semanas não tivessemos três trabalhos para entregar, como é o caso. Para terminar o dia em grande cheguei a casa com uma dor de cabeça descomunal. Tivesse eu advinhado e ficava na caminha o dia todo. Não, não foi um bom dia, mas espero que depois de uma noite bem dormida a coisa fique melhor ;)

Deixo-vos aqui uma música para desanuviar depois deste massacre :p sorry !

 

 

 

HAVE FUN! :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

Porque me apetece #1

por Okay ;), em 09.02.14

Caríssimos leitores,

Como já vos tinha contado, logo na minha primeira publicação, todas as semanas este blog vai contar com uma rubrica, agora já com o nome de "Porque me apetece", escrita por uma amiga muito querida :) e para esta semana ela presenteou-nos com o seguinte texto:

 

 

 

Dizemos: sou feliz. Então toda gente pensa que a vida daquela pessoa é perfeita, mas não. Nada é perfeito, mas há muitas coisas que se aproximam da perfeição. A vida faz-nos feliz porque temos aquilo que precisamos e que nos completa. Não refiro bens materiais, refiro pessoas. À família e aos amigos, que é uma espécie de família escolhida por nós. A verdade é que quem não te procura, não sente a tua falta. Por isso deixamos que todos entrem na nossa vida, mas decidimos que só alguns é que ficam. Para sabermos quem é família precisamos de tempos difíceis que nos revelam os verdadeiros amigos. Não é quando estamos em alta, com tudo do bom e do melhor, que vemos quantos amigos temos. É quando estamos em baixo, bem na merda, que ficam apenas aqueles que realmente se importam contigo. São essas pessoas que nos ajudam a recuperar e a encontrar, de novo, o caminho mais feliz para ti. Não existem caminhos felizes ou infelizes, certos ou errados, existem sim, caminhos que nos fazem sentir bem. Não é um estereótipo criado pela sociedade que nos vai dizer o que é ser feliz. Cada um é que decide isso, mesmo que digam: “isso é tão errado” ou “não devias fazer isso” ou “vai contra vários princípios”. Mas que princípios são esses? Devemos seguir aquilo que todos acham correcto para estar bem com a sociedade mas infelizes com nós próprios? Devemos lutar pelo que nos faz bem, por aquilo que queremos, independentemente se é certo ou errado aos olhos dos outros. A felicidade obtém-se pela capacidade de nos adaptarmos a novas situações, gostarmos daquilo que temos, ter bons relacionamentos com outras pessoas e sermos apoiados por elas, não ter problemas e no caso de os termos enfrentá-los com a ajuda de amigos, sermos independentes e autoconfiantes. A vida desenvolve-se daquilo que tens. Deves saber aproveitar e viver daquilo que tens à mão. Não deves viver para depois morreres, como se fosse um simples ciclo. Nascer, crescer e morrer. Não! Deves viver a vida, saciar cada momento, ser louco, anormal e acima de tudo, deves ser apaixonado pela vida. Afinal de contas deves ser tu, um ser único. Sem influências e sem desvios. Só tu, até ao fim. 

 

Por,

D

 

 

 

Digam-me o que acharam :) eu não queria influenciar ninguém, mas eu adorei ;) e não só por ser minha amiga, mas pela forma como está escrito e pelo tema em si. Como já dizia um senhor, icone da televisão portuguesa, "Façam o favor de ser felizes!".

 

HAVE FUN!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:52



That's me ;)

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D