Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lembro-me porque é que criei este blog.

Foi na esperança de ficar famosa, ser convidada para ir a programas de televisão e ganhar rios de dinheiro com ele.

Claramente que estava a brincar. Mas lembro-me de ter criado o blog porque estava numa má fase da minha vida. Foram dias maus. Esses dias terminaram e vieram outros.

Já vos aconteceu estar na vossa própria casa e sentirem-se sufocados?

É tal e qual como me sinto!

Não é pelos meus pais que me apoiam em tudo incondicionalmente.

É em dias como o de hoje que gostava de ter o meu cantinho. Bem sei que isso ainda vai levar tempo, tenho que terminar o mestrado, arranjar um emprego e ter uma certa estabilidade financeira. E isto leva o seu tempo. Principalmente da maneira que está o país. E na minha área ainda pior. Mas não perco a esperança.

Até lá vou engolindo sapos. Vou vivendo a minha vida do meu jeito. Fazendo as minhas coisas. Não posso agradar a toda a gente. Ninguém agrada.

Erro. Sim, claro! Ninguém é perfeito. O ser humano é imperfeito. E eu sou humana. Mas até quando vou ser condenada por isso? 

Não posso fazer o que os outros querem só porque o que faço não lhes agrada. Não posso viver a vida deles. Tenho que viver a minha. Sem culpa! Sem deveres!

As pessoas que gostam de nós gostam incondicionalmente. Mas por vezes o egoísmo é tão grande que as cegam.

Eu também já perdoei muita coisa, já esqueci muitas outras. Porque é que os outros também não o podem fazer? Não matei, nem prejudiquei ninguém. Mas as pessoas só gostam de olhar para o umbigo delas. Só o que elas fazem e dizem é correto.

Para mim chega! Não posso suportar mais isso! Não posso ser dominada dessa forma!

Isto acaba já hoje!

Fazer o que gosto. Não me sentir culpada de nada. Não ter medo. Ser grata pelo que tenho.

A partir de hoje estes são os objetivos diários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57


8 comentários

Imagem de perfil

De camellia a 28.08.2015 às 21:22

O blog que criei também me tem ajudado. Acho que de certa forma deixei de ver o copo meio vazio e a valorizar mais o que sou e o que me rodeia, a gratidão é mesmo importante!
Imagem de perfil

De Okay ;) a 28.08.2015 às 21:50

Concordo totalmente :)
O blog é uma espécie de psicólogo gratuíto, pois vem cá sempre alguém dar uma palavra amiga ou um conselho. E é disso que uma pessoa precisa.
Quanto à gratidão, estou a começar a praticar a minha :)
Imagem de perfil

De filipa. a 28.08.2015 às 22:36

Percebo-te perfeitamente querida, mas força. Vais ver que estes dias não vão passar disso mesmo, dias maus...qq coisa estou aqui.
Beijinhos.
Imagem de perfil

De Okay ;) a 28.08.2015 às 23:26

Obrigada querida :) é por pessoas como tu que vale sempre a pena manter o blog :) **
Imagem de perfil

De filipa. a 29.08.2015 às 01:09

Querida não tens nada que agradecer...aliás, sempre que precisares de falar é só deixar um comentário. (:
Depois, respondendo aos teus comentários. Quero agradecer as tuas palavras...e dizer que claramente vou tentar todos os dias postar testemunho de aventuras por terras algarvias. Eheh :p
Estiveste em que zona do Algarve? Eu vou para a zona de Albufeira se não me engano (eu amanhã já confirmo, xD)
Beijocas!
Imagem de perfil

De Okay ;) a 29.08.2015 às 09:21

Obrigada, de coração :') <3
Vou adorar ler :D
Sim, fui para Tavira. E ainda consegui ir um dia a Vila Real de Sto António, Monte Gordo, Vilamoura e Faro para andar de barco na Ria Formosa.
Albufeira nunca fui, mas deve ser bonito :) e gostava de ir a Lagos, as praias lá são bonitas :) talvez para o ano ;)
Imagem de perfil

De Cris a 29.08.2015 às 17:34

Felizmente nos ultimos anos cruzei-me com pessoas assim. Talvez ambas as partes tenham errado. Digo "felizmente" porque me fez abrir os olhos e perceber que há pessoas mais importantes/ mais interessantes e mais amigas.
Pensa que melhores dias virão! :) Nenhuma tempestade dura para sempre e no final o sol brilha...
Beijinho*
Imagem de perfil

De Okay ;) a 29.08.2015 às 19:21

Obrigada pelas tuas palavras :)
O problema é quando a pessoa em questão é da tua família, aí a coisa agrava-se.
Mas é como dizes, nenhuma tempestade dura para sempre.
Obrigada *

Comentar post



That's me ;)

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D