Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Porque me apetece #1

por Okay ;), em 09.02.14

Caríssimos leitores,

Como já vos tinha contado, logo na minha primeira publicação, todas as semanas este blog vai contar com uma rubrica, agora já com o nome de "Porque me apetece", escrita por uma amiga muito querida :) e para esta semana ela presenteou-nos com o seguinte texto:

 

 

 

Dizemos: sou feliz. Então toda gente pensa que a vida daquela pessoa é perfeita, mas não. Nada é perfeito, mas há muitas coisas que se aproximam da perfeição. A vida faz-nos feliz porque temos aquilo que precisamos e que nos completa. Não refiro bens materiais, refiro pessoas. À família e aos amigos, que é uma espécie de família escolhida por nós. A verdade é que quem não te procura, não sente a tua falta. Por isso deixamos que todos entrem na nossa vida, mas decidimos que só alguns é que ficam. Para sabermos quem é família precisamos de tempos difíceis que nos revelam os verdadeiros amigos. Não é quando estamos em alta, com tudo do bom e do melhor, que vemos quantos amigos temos. É quando estamos em baixo, bem na merda, que ficam apenas aqueles que realmente se importam contigo. São essas pessoas que nos ajudam a recuperar e a encontrar, de novo, o caminho mais feliz para ti. Não existem caminhos felizes ou infelizes, certos ou errados, existem sim, caminhos que nos fazem sentir bem. Não é um estereótipo criado pela sociedade que nos vai dizer o que é ser feliz. Cada um é que decide isso, mesmo que digam: “isso é tão errado” ou “não devias fazer isso” ou “vai contra vários princípios”. Mas que princípios são esses? Devemos seguir aquilo que todos acham correcto para estar bem com a sociedade mas infelizes com nós próprios? Devemos lutar pelo que nos faz bem, por aquilo que queremos, independentemente se é certo ou errado aos olhos dos outros. A felicidade obtém-se pela capacidade de nos adaptarmos a novas situações, gostarmos daquilo que temos, ter bons relacionamentos com outras pessoas e sermos apoiados por elas, não ter problemas e no caso de os termos enfrentá-los com a ajuda de amigos, sermos independentes e autoconfiantes. A vida desenvolve-se daquilo que tens. Deves saber aproveitar e viver daquilo que tens à mão. Não deves viver para depois morreres, como se fosse um simples ciclo. Nascer, crescer e morrer. Não! Deves viver a vida, saciar cada momento, ser louco, anormal e acima de tudo, deves ser apaixonado pela vida. Afinal de contas deves ser tu, um ser único. Sem influências e sem desvios. Só tu, até ao fim. 

 

Por,

D

 

 

 

Digam-me o que acharam :) eu não queria influenciar ninguém, mas eu adorei ;) e não só por ser minha amiga, mas pela forma como está escrito e pelo tema em si. Como já dizia um senhor, icone da televisão portuguesa, "Façam o favor de ser felizes!".

 

HAVE FUN!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:52


2 comentários

Imagem de perfil

De filipa. a 10.02.2014 às 16:33

gostei :)
Sem imagem de perfil

De Mermaid a 11.02.2014 às 14:40

Gostei muito e concordo plenamente, devemos ser felizes acima de tudo.

Comentar post



That's me ;)

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D